Chef Tanea Romão compartilha seu sabor nas "Missões Jesuíticas da América do Sul"

Tanea desenvolve seu trabalho a partir do resgate de receitas orais, valorizando o conhecimento e os sabores tradicionais.
Facebook Tanea Romão

Ela participa na Bolívia de um evento internacional de culinária missioneira

A chef Tanea Romão será uma das protagonistas do "Missões Jesuíticas da América do Sul", um jantar beneficente que irá resgatar os melhores pratos da culinária missioneira da região. Para isso, ela viajará para a Bolívia onde vai se encontrar com os também chefs Gunther Moros (Argentina), Juan Rodríguez (Argentina), Julio Kubber (Bolívia), Ever Valenzuela (Paraguai) e Laura Rosano (Uruguai).

O encontro será em Santa Cruz de la Sierra. O desafio é compartilhar suas experiências e sabores em um menu que será degustado em um evento para arrecadar fundos para a Área Pediátrica do Hospital Oncológico do Oriente Boliviano.

Ela também fará parte de um workshop e simpósio gastronômico no âmbito do "Posokoa Gourmet", o festival que será realizado entre 7 e 9 de setembro na cidade de San José de Chiquitos.

"Esse encontro na Bolívia é uma ótima oportunidade para a formação de uma rede sul-americana de chefs e profissionais da gastronomia, com acadêmicos, pesquisadores, nutricionistas, cozinheiros profissionais e a inclusão de personagens que possam contribuir com suas memórias", disse Romão.

Para essa pesquisadora da culinária brasileira, a comida não só une as pessoas, mas também resgata histórias e lembranças.

"O intercâmbio cultural é muito importante nesse processo".

Suas palavras não vêm de sua memória. Pelo contrário. Elas são parte de sua experiência. Tanea está convencida de que a cozinha caseira deve ser resgatada. "Você tem que começar a coletar receitas, gravá-las e reproduzi-las", concluiu.

Tema